Condomínios sustentáveis: saiba todas as vantagens de morar em um.

Condomínios sustentáveis: saiba todas as vantagens de morar em um.

Atualmente, a sustentabilidade é a palavra de ordem para quem preza pela qualidade de vida também no futuro. Pensando nisso, pessoas optam por morar em condomínios sustentáveis. Pois é um modelo de moradia que prioriza soluções em que os recursos ambientais são usados de forma inteligente.

Neles, tudo é pensado de forma a respeitar a natureza e gerar o menor impacto possível. Tudo isso sem abrir mão do conforto. Conheça as vantagens de morar em condomínios sustentáveis, onde a sustentabilidade não só é sinônimo de respeito à natureza, mas também de bem-estar, economia e valorização do seu imóvel.

Sustentabilidade do empreendimento torna os imóveis mais valorizados

Hoje, uma certificação atesta a alta qualidade ambiental dos empreendimentos. O Processo Aqua-HQE é uma certificação internacional da construção sustentável desenvolvido a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale).

Lançado em 2008, o Aqua-HQE propõe um novo olhar sobre a sustentabilidade nas construções brasileiras. Apesar da origem europeia, seus referenciais consideram as normas técnicas, regulamentação, cultural e clima brasileiros, buscando sempre uma melhoria contínua de seus desempenhos.

Além disso, as vantagens do Processo Aqua-HQE para os moradores de imóveis certificados são muitas. Entre elas, estão a maior economia de água e de energia elétrica; menores despesas de condomínio referentes às taxas de energia, água, limpeza e manutenção; melhores condições de saúde e conforto; consciência do seu papel para o desenvolvimento sustentável e na preservação do planeta; e maior valor patrimonial a longo prazo.

Sustentabilidade na economia de água

Você sabia que a maior parte da água doce do planeta está concentrada em apenas 19 países? Pois é, o Brasil é um dos privilegiados, com 13,7% da quantidade total existente no mundo. Por isso sua responsabilidade é ainda maior.

O uso racional da água é, portanto, uma das maiores preocupações dos condomínios sustentáveis. E ao promover o uso inteligente da água, ganham o meio ambiente e o bolso dos moradores, que passam a ter contas mais baratas.

De fato, há várias formas de desenvolver soluções de sustentabilidade em condomínios residenciais, mas algumas são mais comuns. A água da chuva, por exemplo, pode ser reaproveitada.

Captada por tubulações que levam até um reservatório específico. A água da chuva pode ser reutilizada para a lavagem das áreas comuns, molhar plantas do jardim, limpeza das calçadas, lavagem de carros, etc.

Por outro lado, alguns condomínios sustentáveis têm, ainda, uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) própria. Todo o esgoto é tratado no próprio local e devolvido, totalmente limpo, para o reuso nas residências.

Além disso, podem ser utilizados nas áreas comuns  metais sanitários com restritores de vazão e arejadores. Já os apartamentos podem conter rede hidráulica para recirculação de água quente dos chuveiros, assim o tempo de espera pela água quente é reduzido.

Economia de energia

Outra forma de sustentabilidade são as ações para a economia de energia. Nesse campo, há várias soluções que podem ser combinadas. Por exemplo, o uso de lâmpadas LED (mais duráveis e mais econômicas), sensores de presença e até placas solares para a iluminação externa.

Outra forma são os grandes vãos para a entrada de iluminação natural. Dessa forma é possível dispensar a iluminação artificial durante o dia, jardins verticais em paredes internas – como halls, lobbies e salas de convivência – que melhora o microclima local, vaporizadores que eliminam a necessidade de ar-condicionado em determinados locais.

A instalação de jardins arborizados e canteiros com vegetação ajudam a manter a permeabilidade do solo. Além disso, elas mantêm as áreas externas sombreadas.

Aproveitamento de resíduos

Os resíduos são outro grande problema do meio ambiente. Mas a compostagem tem sido uma excelente forma de garantir a sustentabilidade nos condomínios. O sistema, feito através da separação do lixo seco, transforma todos os restos de alimentos em adubo. Esses lixos são reaproveitados nos jardins do próprio condomínio.

Essa compostagem pode ser feita de forma integrada à reciclagem do lixo, com a instalação de lixeiras específicas para cada tipo de resíduo. Dessa forma, não só é possível fazer a compostagem, como separar materiais que podem se transformar em outros e ajudar diversos projetos sociais.

Vantagens de morar em condomínios sustentáveis

Assim, são várias as vantagens de morar em um condomínios sustentáveis – tanto a curto, médio e longo prazo. Confira algumas delas:

  • Economia de Água – Sistemas economizadores de água em torneiras, bacias e chuveiros e infraestrutura para medição individualizada de água nos apartamentos, diminuem o consumo de água, refletindo em um menor custo na conta.
  • Economia de Energia – Sensores de movimento para acionamento da iluminação das áreas sociais, uso de sistemas, lâmpadas e elevadores mais eficientes diminuem o consumo de energia, gerando menor custo na conta.
  • Gestão de resíduos – Um local mais limpo e consciente, entregue com áreas para armazenamento de resíduos recicláveis e orgânicos, proporcionando a coleta seletiva de resíduos.
  • Conforto térmico e acústico – Os projetos são concebidos a partir de simulações em eficiência energética e conforto acústico visando proporcionar um ambiente mais saudável.
  • Maior valor patrimonial ao longo do tempo – Com a evolução da consciência coletiva para a importância da sustentabilidade, associado aos benefícios acima citados, os empreendimentos tem tendência de valorização patrimonial crescente.

Procure conhecer bem o projeto do condomínio antes de fechar negócio. Averigue se ele tem a certificação Aqua-HQE, que confere um alto grau de confiabilidade aos projetos de sustentabilidade residenciais. E aproveite todas as vantagens de morar em condomínios sustentáveis.

Quer saber mais sobre o assunto? Converse com um dos corretores da Rio Verde e venha conhecer nossos condomínios sustentáveis! Ou então acesse nosso blog para mais conteúdos como esse.

Participe da discussão