Tire suas dúvidas sobre o pagamento de IPTU

Tire suas dúvidas sobre o pagamento de IPTU

Publicado em 02/04/2019

O Brasil é um país internacionalmente conhecido pelo seu excesso de impostos e taxas, que incidem não apenas sobre quem deseja empreender, como também interfere nas economias do cidadão comum. Diante dessa realidade, tirar as suas dúvidas sobre o pagamento de IPTU pode ser bastante interessante.

Essa é uma das cobranças recorrentes para quem tem uma propriedade e é um dos custos que mais gera reclamações entre a população, especialmente para quem reside nos grandes centros urbanos. Deseja aprender um pouco mais sobre o tema? Então não deixe de conferir o conteúdo a seguir.

Afinal, o que é o IPTU?

A sigla IPTU quer dizer “Imposto Predial e Territorial Urbano” e diz respeito, como o próprio nome diz, a uma cobrança que é realizada sobre quem possui um imóvel urbano. O tipo de propriedade pode ser uma casa, um apartamento, uma sala comercial ou qualquer outra unidade que esteja em uma região urbanizada.

A cobrança é de responsabilidade das prefeituras e, por isso mesmo, cada município escolhe os seus critérios, que levam em conta o valor venal de mercado, a quantidade de metros quadrados, a localização conforme os bairros mais valorizados e até mesmo o tipo de acabamento.

Para onde vai o dinheiro do IPTU?

Uma dúvida muito comum dos proprietários de imóveis é para onde vai o dinheiro pago no IPTU, especialmente nas grandes cidades, que costumam ter uma taxação mais elevada para esse tributo. Na realidade, a função básica dessa cobrança é a de arrecadar recursos financeiros para o município.

Com as quantias obtidas, podem ser realizadas melhorias na área urbana, modernização dos bairros e obras de infraestrutura. No entanto, as prefeituras também podem usar o IPTU como um meio de controlar os preços dos imóveis e também como estímulo que donos que não estejam utilizando as unidades as vendam ou loquem.

Como é realizado o pagamento do IPTU?

O IPTU pode ser pago em qualquer banco ou em casas lotéricas, por meio da guia de recolhimento que pode ser emitida nos sites das prefeituras. Para uma melhor comodidade e conforto dos contribuintes, são disponibilizadas algumas maneiras distintas de fazer esse pagamento.

Na quitação antecipada, geralmente, são oferecidos alguns descontos, que podem chegar a até 10% do valor integral da contribuição. No pagamento até a data de vencimento estipulada pela prefeitura, também chamado de cota única, geralmente é concedido um desconto de 4% do total.

Para quem está com o orçamento mais apertado, uma alternativa é o parcelamento, que pode ser feito em até 10 vezes, durante o ano em questão. No entanto, ao fazer essa escolha, é preciso considerar a incidência de juros, que chegam a nada desprezíveis 0,9% ao mês.

Como você pode ver, o pagamento de IPTU tem alguns detalhes importantes e, com melhor conhecimento de causa, você pode ser programar melhor para incluir essa contribuição no seu orçamento anual.

Gostou de tirar as suas dúvidas sobre o pagamento de IPTU? Quer conferir outros conteúdos como esse? Então não perca mais tempo e assine a nossa newsletter!

Participe da discussão