Financiamento de imóveis: veja 3 diferenças entre Price e SAC!

Financiamento de imóveis: veja 3 diferenças entre Price e SAC!

Publicado em 04/04/2019

Quem busca um financiamento precisa entender como funcionam todas as regras contratuais e os detalhes do negócio. Um ponto fundamental é a diferença entre Price e SAC, dois sistemas de amortização do empréstimo.

Apesar de parecer complicado, é fácil visualizar como eles afetam o saldo devedor e o valor das parcelas, e isso é muito importante para que você consiga se planejar para o pagamento.

Neste texto mostraremos como funcionam essas alternativas e 3 diferenças entre elas. Confira!

Como funciona a Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC)?

A Tabela Price e o SAC são dois sistemas de amortização do empréstimo, tendo regras próprias que fazem o valor da parcela do financiamento ter uma evolução diferenciada durante o contrato.

Elas definem como a dívida será quitada durante o prazo de pagamento do financiamento, por isso é fundamental conhecê-las para escolher a melhor opção considerando todos os fatores envolvidos.

Na Tabela Price, as parcelas do financiamento serão fixas, ou seja, durante o contrato não haverá alteração nesses valores. Isso acontece porque, no começo, as prestações servem apenas para pagar os juros e, ao longo do tempo, a amortização começa a crescer, quitando a dívida.

Pelo SAC, a amortização se mantém fixa durante o prazo do financiamento. Isso significa que os juros vão diminuindo com o tempo, reduzindo o valor da parcela conforme há o pagamento mensal.

Quais as principais diferenças entre essas duas opções?

1. Evolução do valor da parcela durante o contrato

A primeira diferença entre Price e SAC é a evolução da parcela no contrato. Na primeira, a prestação mensal se manterá constante, já na segunda as parcelas começam mais altas e diminuem até o fim do financiamento.

Isso significa que no começo o valor da parcela pelo SAC será maior que no Price, sendo que ao final será o inverso. Imagine que você financiou um imóvel por R$ 100 mil com juros de 14% ao ano por 10 anos. Pelo Price a primeira parcela seria de R$ 1.160 (referente aos juros mensais) mais R$ 392,80 de pagamento da dívida.

Já a segunda parcela seria de R$ 1.155,40 (juros mensais aplicados ao saldo devedor) mais R$ 397,40 de pagamento da dívida. O que daria o mesmo valor final da parcela.

Pelo SAC, na mesma situação anterior, a primeira parcela seria de R$ 833,00 referentes à amortização da dívida mais R$ 1.167,00 de juros mensais. Já no segundo mês a amortização se mantém constante, mas os juros seriam de R$ 1.150,00 (aplicados ao saldo devedor), diminuindo a parcela.

2. Amortização

Outra diferença importante é como se dá a amortização durante o contrato. No SAC ela é constante, ou seja, ela se manterá durante todo o pagamento do financiamento. Já no sistema Price, a amortização vai aumentando exponencialmente, todo mês.

É por esse motivo que os valores das parcelas são diferentes. Como a amortização pelo Price começa menor, a prestação mensal, consequentemente, será maior no começo. Já no SAC, como ela se mantém constante, o pagamento mensal começará maior e diminuirá durante o contrato, porque o saldo devedor vai diminuindo.

3. Saldo devedor durante o financiamento

Essas diferenças entre os dois sistemas também modifica como se dá a evolução do saldo devedor durante o financiamento: no SAC ele é reduzido de forma constante. Já no Price ele reduz menos no início, mas no decorrer do contrato começará a cair com maior progressão.

Escolher entre esses dois sistemas não é uma tarefa fácil, pois não há uma fórmula certa. O SAC é mais comum em financiamento de imóveis e é indicado nas situações em que não se espera um aumento de renda durante o contrato.

Já o Price é mais utilizado em outros créditos e, como a parcela é padronizada, o planejamento fica facilitado. Porém, pela Tabela Price se paga mais juros do que no SAC, portanto é fundamental fazer uma simulação.

Conhecendo a diferença entre Price e SAC fica mais fácil buscar a melhor opção conforme a sua situação e possibilidades, podendo fazer simulação com todas as alternativas e aplicando-as aos imóveis que você tem interesse.

Ficou interessado em um financiamento e precisa da ajuda de uma empresa especializada? Então entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Participe da discussão