Cozinhas com ilhas: por que apostar nessa tendência

Cozinhas com ilhas: por que apostar nessa tendência

Hoje uma das maiores tendências do design de interiores são as cozinhas com ilhas. Em prol da integração entre área gourmet e social, a solução se mostrou charmosa, prática e elegante.

As cozinhas com ilha não são exatamente uma novidade no Brasil, apesar de ainda não serem tão populares quanto no exterior, onde o modelo já é adotado há décadas.

Se você já pensou em ter uma, mas não sabia como fazer, veja as nossas dicas de cozinhas com ilha muito charmosas e inspire-se para criar a sua!

Como são as cozinhas com ilhas

Se você nunca ouviu falar em cozinhas com ilhas ou gourmet, não se assuste. O modelo é chamado assim por abrigar uma espécie de bancada central que agrega fogão, bancada, pia e, muitas vezes, armários, nichos ou gavetas para utensílios.

Dependendo do tamanho, além do espaço para o preparo, a ilha também pode servir de apoio para as refeições, o que a torna também um espaço de social de confraternização.

Entenda as condições necessárias para montar cozinhas com ilhas

Funcional e charmosa, cozinhas com ilhas também podem integrar outros espaços da casa ou apartamento, como varandas, salas ou terraços. No entanto, é preciso haver algumas condições mínimas para que ela possa ser feita.

A cozinha com ilha ou cozinha gourmet pede um ambiente a partir de 9 metros quadrados, mas a ilha deve ficar a uma distância de 1,20 m da pia. Assim é possível abrir portas sem problema. Essa distância também é ideal para os casos em que família e amigos se reúnem para cozinhar juntos.

Na cozinha tipo “corredor”, a ilha de preparo dos alimentos pode ficar com uma das pontas encostada na parede. Se a ideia é apenas colocar um cooktop, uma ilha com profundidade de 60 cm comporta um de 4 bocas.

Mas se quiser incluir uma bancada para refeições ou de trabalho, é preciso ampliar esse espaço para uma largura de 1,60 m. Essa é a mesma medida de uma mesa confortável para duas pessoas.

Fique atento também à altura. O modelo pronto costuma ter entre 85 cm e 90 cm, mas nesse caso é preciso colocar banqueta média para sentar. Se preferir cadeiras, a altura máxima deve ser de 78 cm. É preciso deixar um espaço de 5 cm entre o assento e o início da bancada.

Vantagens e desvantagens de apostar em cozinhas com ilhas

Como tudo, a cozinha com ilha também tem suas vantagens e desvantagens. Veja quais são elas e decida o que é mais importante para você.

Vantagens:

  • Integração – A ilha acaba sendo um elemento agregador, onde várias pessoas podem se reunir para cozinhar e conversar ao mesmo tempo;
  • Organização – Como a ilha integra vários elementos, há mais espaço para a organização de móveis e utensílio;
  • Colaboração – A ilha também facilita a ajuda na cozinha, evitando que as pessoas se esbarrem o tempo todo;
  • Espaço – Maior espaço na bancada para cozinhar.

Desvantagens:

  • Valor – O projeto acaba sendo mais caro, principalmente quando é feito sob encomenda. O tamanho do tampo e da bancada, por exemplo, costuma ser bem maior do que o normal, o que pode ser bastante custoso dependendo do material;
  • Planejamento – É preciso fazer um bom planejamento para que a ilha seja realmente funcional. Quanto mais elementos forem agregados – fogão, pia, bancada, forno, etc. – maior deve ser o cuidado com sua infraestrutura, inclusive em relação às tubulações de água e esgoto.

Dicas para fazer sua cozinha com ilha

Sua cozinha com ilha pode ficar ainda mais bonita e funcional com algumas dicas e truques:

  • Não esqueça de considerar o uso de uma coifa acima do fogão ou cooktop. As ilhas requerem modelos especiais, fixados no teto. O equipamento deve ficar entre 65 cm e 80 cm dos queimadores e são mais potentes do que os depuradores, eliminando cheiros e evitado que a gordura e espalhe pela casa inteira;
  • A atenção à escolha do material também é importante. É grande a variedade de revestimento de bancadas, mas opte pelos que oferecem maior resistência e mais facilidade de manutenção. Mármore, granito, aço inox e pedras sintéticas, como Silestone e Corian são os mais indicados;
  • Não entregue a confecção da sua ilha a qualquer curioso. Chame um bom profissional, principalmente se ela agregar elementos como pia, por exemplo. Pode ser necessário fazer uma reforma, inclusive para relocar tubulações e encanamentos;
  • Separe o fogão ou o cooktop da geladeira pela bancada ou pia, permitindo sempre uma área de apoio para ambos. A distância entre o equipamento que gera calor e o que refrigera garante mais eficiência energética, gerando economia.

Agora sim, você está pronta para ter sua cozinha com ilha! Aproveite bastante nossas dicas e faça o seu projeto!

Quer saber mais sobre decoração de interiores? Continue acompanhando nossos posts. Nosso blog está cheio de sugestões!

Participe da discussão