Comprar um imóvel volta a ser uma boa opção de investimento.

Comprar um imóvel volta a ser uma boa opção de investimento.

Enfim, comprar um imóvel voltou a ser uma boa opção de investimento,x e a afirmativa é dos especialistas. Como base, têm a discreta melhora no cenário econômico brasileiro. Que, inclusive, trouxe consigo novas e positivas perspectivas para o mercado imobiliário neste ano. Para quem entende do assunto, tais perspectivas não são apenas uma visão positivista para com a economia do Brasil.

Existem muitos bons motivos que tornam o cenário favorável para comprar um imóvel.

A inflação baixa é o principal fator motivacional para comprar um imóvel.

Certamente, isso reflete muito significativamente no valor dos imóveis, assim criando um universo favorável para a compra e venda de imóveis. Dessa forma, o preço das casas, apartamentos e tantos outros tipos de imóveis caem e, com isso, surge uma gama de oportunidades de bons negócios, aqueles que são bons para ambas as partes.

Portanto, quem estava se organizando para comprar um imóvel e, por algum receio oriundo do cenário econômico do país, nos últimos anos, adiou seus planos, esta é a hora. O momento é oportuno. Aproveite!

Também, as taxas de juros mais baixas contribuem para um cenário econômico positivo.

As taxas de juros têm bastante influência na economia do país. Elas estão mais baixas e isso reflete de forma bastante positiva o mercado imobiliário. Então, se nos últimos 2 anos os juros influenciaram de forma negativa, em 2018 eles estão contribuindo de maneira positiva, dando sinal verde para quem quer comprar um imóvel.

Aumento do nível de confiança do consumidor.

De fato, as taxas de juros são responsáveis também pelo nível de confiança do consumidor que, por sua vez, é um dos termômetros da economia. Mas, com as taxas de juros mais baixas, o consumidor volta a comprar e aquecer a economia. Dessa forma, a crise econômica e seus impactos diretos, como o desemprego, deixou o nível de confiança do consumidor bastante comprometido. Com isso, os planos de comprar um imóvel foram adiados. É hora de retomar estes planos!

Destaque para a Selic.

A taxa básica de juros, em uma decisão unânime do Banco Central, chegou a 6,50% ao ano. A marca está mantida e entrou para a história como a menor da série histórica do Copom (Comitê de Política Monetária) desde 1996.

E por falar em desemprego…

Um dos pontos mais afetados com a crise econômica do país foi o desemprego. Como em um ciclo negativo, a falta de emprego foi contagiando outras áreas e quesitos importantes para o fomento da economia do Brasil. Com isso, o mercado imobiliário é um deles, e foi bastante atingido com a crise econômica do Brasil, partindo da premissa que comprar um imóvel é uma iniciativa que exige um planejamento financeiro de longo prazo.   

Mas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio realizada e divulgada pelo IBGE, em 2018 o mercado de trabalho tende a melhorar.  

Atualmente, segundo reportagens de junho de 2018, o desemprego mantêm a tendência de queda lenta e está em 12,7%

O mercado imobiliário pós-crise econômica.

Então, se para alguns a crise foi motivo para adiar planos, para outros foi a oportunidade esperada para realizar bons negócios. Passado o período de maior recessão, é chegada a hora de colher os frutos.

Por fim, especialistas afirmam que este ano é um bom momento para a compra de imóveis.

Mas, estes são alguns dos bons motivos para o otimismo com o cenário econômico brasileiro no segundo semestre de 2018.

São dados e perspectivas com base em pesquisas. Eles reafirmam uma melhora no momento econômico do país e para o mercado imobiliário. Isso acaba favorecendo o brasileiro a comprar um imóvel.  

Se você estava esperando o melhor momento para retomar seus planos para comprar um imóvel, este é o momento. Aproveite toda a positividade do cenário econômico do país para comprar um imóvel. E confira nosso blog para mais.

Participe da discussão