Planta farmacêutica privada

Primeira planta farmacêutica privada do Nordeste é obra da Rio Verde

A nova planta farmacêutica privada será construída em um terreno de 250 mil metros quadrados e a entrega está prevista para o primeiro semestre de 2020.

O Grupo Rio Verde participou, nos últimos anos, de vários empreendimentos na região Nordeste, que tem abrigado obras de grande complexidade e parques industriais de alta tecnologia. Dessa forma, a empresa foi eleita – durante dois anos consecutivos – a maior construtora desta Região Nordeste na categoria industrial, segundo ranking da ITC (Informações Técnicas da Construção).

O atual desafio é construir uma nova planta para o Aché Laboratórios Farmacêuticos, em um terreno de 250 mil metros quadrados e aproximadamente 100 mil metros quadrados de área construída, localizado no Complexo Industrial Portuário de Suape, em Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife (RMR). Além disso, a empresa fará a instalação eletromecânica na fábrica, fornecendo os equipamentos e redes de distribuição de utilidades.

O Grupo Rio Verde atua em aspectos, como engenharia, sustentabilidade, tecnologia e automação na construção desse grandioso projeto. A obra, que foi iniciada em junho, já avançou cerca de 15% do total e a entrega está prevista para o primeiro semestre de 2020.

Confira, também, o maior túnel de vento da América Latina, a planta inaugurada pelo Grupo Rio Verde. Confira no blog.

Grupo Rio Verde

O Grupo Rio Verde celebra 35 anos com diversificação de atividade e conquista da 18ª posição no ranking das maiores construtoras do país.

O Grupo Rio Verde diversifica suas operações e passa a atuar no segmento de Concessões de Infraestrutura, além do setor de Engenharia & Construções e Incorporação Imobiliária.

Uma empresa de engenharia com espírito jovem, empreendedor, visão de futuro e com a experiência de 35 anos de mercado, sendo comemorados este ano.

É com essa essência que a empresa se reposiciona como Grupo Rio Verde e passa a focar sua gestão em três frentes da construção civil: Engenharia & Construções (atendendo exclusivamente ao mercado privado, projetando e executando obras para diversos setores da indústria, além de edifícios corporativos, hotéis, resorts, centros de pesquisas, shoppings e obras de infraestrutura), Incorporação Imobiliária (projetando e executando empreendimentos residenciais e comerciais) e Concessões de Infraestrutura (com ênfase nos setores de energia, transporte e saneamento básico).

A nova visão estratégica fez também com que a empresa optasse em mudar a sua sede de Limeira para Campinas/SP, em agosto de 2018, ficando melhor posicionada geograficamente, em setembro passado, o Grupo Rio Verde conquistou a 18ª posição entre as 500 maiores do país no Ranking da Engenharia Brasileira, realizado pela revista “O Empreiteiro”.

Em três décadas e meia de atuação, a empresa executou mais de 170 obras em 13 estados, resultando 3 milhões de metros quadrados construídos. Destaque para as finalizações das plantas industriais da GE Celma, Suzano Imperatriz, J. Macedo e AMBEV, e o resort Olímpia Park. “Estamos com dez obras em andamento, entre elas a Hyundai, em Piracicaba, BRK e Suzano, em Limeira, Aché Laboratórios, em Pernambuco, Golden Resort, em Gramado, além da Prysmian, em Sorocaba”, explica Daniel Peres, diretor do grupo.

Já na área imobiliária, a Rio Verde projetou e construiu mais de 20 empreendimentos residenciais nas cidades de Limeira, Americana, Araras, Piracicaba, Rio Claro e São Carlos. Foi a primeira construtora do interior paulista e a segunda do Brasil a receber a certificação “Empreendedor AQUA”, que atesta seu compromisso com a sustentabilidade e o meio ambiente.

Para o futuro, o Grupo Rio Verde estuda inovações para a área imobiliária e os planos são arrojados. O objetivo é prover desenvolvimento urbano para a implantação do conceito de bairros ou até mesmo cidades inteligentes.

Confira, também, o nosso post sobre o maior túnel da América Latina.